Müller surpreende e elimina Nadal em batalha de 4h47min em Wimbledon

Londres – Dez vezes campeão em Roland Garros, Rafael Nadal não conseguiu passar das oitavas de final em Wimbledon mais uma vez. O espanhol caiu diante do forte saque do luxemburguês Gilles Müller, que vive grande fase na temporada, em uma batalha de 4h47min de duração, nesta segunda-feira. Müller levou a melhor por 3 sets a 2, com parciais de 6/3, 6/4, 3/6, 4/6 e 15/13.

Com a queda, o número dois do mundo praticamente acabou com suas chances de voltar ao topo do ranking ao fim da competição inglesa. Ele teve encerrada ainda a série vitoriosa de 28 sets consecutivos, que exibia desde o início de Roland Garros, onde foi campeão pela décima vez, no mês passado.

Além disso, Nadal manteve a sequência negativa de resultados em Wimbledon. Ele não consegue passar das oitavas de final desde 2011, quando foi vice-campeão. Desde então, o espanhol acumulou eliminações precoces, na primeira e segunda rodadas. Em 2014, também parou nas oitavas.

Nesta segunda, o dono de 15 títulos de Grand Slam mostrou persistência e a conhecida raça em quadra, mas não obteve sucesso ao fim. Ele saiu atrás no placar, perdendo os dois primeiros sets e até salvou quatro match points. Mas o 26º colocado do ranking fez valer a grande fase que atravessa no circuito.

Aos 34 anos, o tenista de Luxemburgo não apenas faturou seu primeiro título de nível ATP neste ano, como também obteve o segundo. E registrou ainda um vice-campeonato. Um dos troféus foi obtido justamente sobre a grama, em Hertogenbosch, na Holanda, em preparação para Wimbledon.

Neste embalo, Müller faturou os dois primeiros sets, com uma quebra de saque em cada parcial. No terceiro, Nadal iniciou sua reação e venceu o set sem ter o serviço ameaçado. Em seguida, o espanhol fez o mesmo, empatando a partida, diante da empolgação da torcida, surpreendida pela reviravolta no placar.

O quinto set, sem tie-break, foi o mais equilibrado de todos. Os dois tenistas sustentaram seus saques até o incrível 28º game da parcial. Foi quando Müller, após desperdiçar quatro match points, enfim aproveitou sua chance no saque do espanhol para faturar a quebra necessária para fechar o jogo.

O tenista de Luxemburgo terminou a partida com 30 aces, contra 23 do espanhol. No total, Müller somou 95 bolas vencedoras, diante de 77 de Nadal. E, mesmo com a vitória, o luxemburguês falhou muito mais que o perdedor: foram 52 erros não forçados, contra 17 do dono de dois títulos em Wimbledon.

Nas quartas de final, Müller vai enfrentar outro tenista de saque forte: será o croata Marin Cilic. Quem vencer neste confronto vai encarar na semifinal o vitorioso do duelo entre o local Andy Murray, atual campeão, e o norte-americano Sam Querrey.

JOGO DE DJOKOVIC É ADIADO – A longa duração da partida entre Nadal e Müller acabou impedindo a disputa do jogo de Novak Djokovic e o francês Adrian Mannarino, que seria disputado nesta mesma quadra 1 logo na sequência. Assim, o número quatro do mundo fará seu jogo das oitavas de final somente nesta terça-feira.

Ainda nesta segunda, o suíço Roger Federer conheceu seu futuro rival nas quartas de final. Será o canadense Milos Raonic, justamente o seu algoz na semifinal do ano passado. Para avançar, Raonic precisou superar uma batalha de cinco sets contra o alemão Alexander Zverev, por 3 a 2, com parciais de 4/6, 7/5, 4/6, 7/5 e 6/1.


Source: http://esportes.r7.com/mais-esportes/feed.xml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *