Transporte de passageiros: Wappa firma acordo de roaming internacional

A partir de agora os usuários da Wappa (Android, iOS) poderão pedir táxis quando estiverem no exterior, mais precisamente em 22 países da América Latina, América do Norte, Ásia, África, Oriente Médio e Europa nos quais há outros apps de táxi conectados a uma plataforma de roaming internacional chamada Splyt. Esta empresa fornece uma API que permite integrar os sistemas de diferentes apps de táxi locais, de maneira que seus usuários possam solicitar corridas no exterior com o aplicativo do seu país de origem. As corridas, obviamente, são atendidas por motoristas do país visitado, com apps de táxi locais. Ou seja, a Splyt viabiliza uma integração internacional entre aplicativos de táxi. A Wappa é a primeira empresa brasileira de chamadas de táxi a se conectar a essa plataforma internacional.

Além da comodidade, há a vantagem econômica de não pagar o IOF do cartão de crédito em compras internacionais, pois a Wappa é um serviço de táxi corporativo – a conta é enviada posteriormente para a companhia do funcionário que utilizou o serviço. A Wappa atende atualmente 6 mil empresas e soma 1 milhão de usuários. O acordo de roaming internacional acaba também com a necessidade de guardar recibos e pedir reembolso por táxi em viagens no exterior.

Entre os 22 países na lista da Splyt estão Argentina, Chile, México, Colômbia, Estados Unidos, Inglaterra, Bélgica, França, Polônia, Rússia, Arábia Saudita, China, Nigéria e Japão. Eles somam 380 cidades. Até o final do ano serão 36 países.

Modelo de negócios

O fluxo do pagamento funciona da seguinte forma: a Wappa cobra seu cliente corporativo pela corrida no exterior e depois a Wappa faz o acerto de contas com a Splyt, que, por sua vez, repassa para os apps de táxi locais.

A Wappa está neste momento negociando a possibilidade de seus motoristas no Brasil também efetuarem corridas para usuários de apps estrangeiros em visita ao País, informa a companhia para Mobile Time.


Source: http://www.mobiletime.com.br/rss.rss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *